terça-feira, 7 de junho de 2016

Tudo passado



E lá se vão anos,
anos que não voltam,
nem mesmo em pensamentos,
a não ser em momentos como este.
Quando é preciso lembrar
do que fomos,
de tudo que fizemos e vivemos.
Essências, perfumes que não se apagam,
teus cuidados excessivos, nocivos,
convulsivos,
Tuas mãos estendidas
a me mostrar o caminho,
caminho este  em que me encontro, só.

Elas.

Nenhum comentário: