domingo, 19 de abril de 2015

Paixão é como gripe: dá, incomoda, mas passa. Nada que lhe maltrate é eterno, a menos que você seja burro o suficiente para acreditar nisso.

Nenhum comentário: