segunda-feira, 14 de abril de 2014

Hoje.

Dia bom,
chuvinha constante,
chão ensopado,
carros que passam na rua
trazendo aquele som
dos pneus e a estrada molhada,
um sossego!
paz e quietude,
por dentro me sinto ansiosa,
e a preocupação é verdadeira!
com momentos de calma tmb,
se não infarto,
e ninguém merece que isso aconteça.

Ando perdendo o sono
assim que bato na cama,
então, fico a  ¨fritar ¨
rolando de lá pra cá....

o tic tac do relógio que mantenho em minha cama
para me despertar para mais um dia de trabalho,
me fez sentir que,
a cada tic...tac....
vai - se a vida,
são segundos que não voltam,
a cada milimetro ultrapassado,
vc envelhece,
e nada muda isso,
a cada passo de ponteiro,
daquele dia, ano...

Meus pensamentos andam meio loucos,
precisos,
maduros.

Ando tensa com esta nova situação,
me sinto jogada fora,
sei que talvez,
ou certo que seja!
Por uma razão pessoal.

Não tenho dúvidas quanto 
a minha dedicação ao trabalho,
só não me obrigo a aceitar qualquer pedido abusivo.

A forma com que se pede algo,
é independente da hierarquia,

a educação cabe em qualquer lugar e ambiente!



Elas.

Nenhum comentário: