segunda-feira, 17 de março de 2014

Recusas....

Reclamas por que então?
sabes o que vai naquele coração?
rancores, mágoas, trevas...

Só ouço tuas recusas,
coisas tão simples,
que me recusas!

Caminhos sem voltas,
tristes caminhos
que já conheço de cor!
não surpreendes a mim tuas recusas,
teus nãos!
tuas portas cadeadamente fechadas.

Só tuas verdades persistem,
teus pensamentos,
tuas razões.

O coração não é somente um músculo a bater,
se usásseis com afeto,
muitos causos
seriam decifrados.


Elas.

Nenhum comentário: