segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Vinho doce


 
Saudades
das noites frias,
do vinho doce,
da tua boca,
teus sussurros,
tuas tristezas,
teus desabafos...
 
do bar
bonito ou feio,
sujo ou limpo,
dos assuntos,
de tua presença...
 
Saudades de nós,
de tudo que fomos,
que vivemos,
que falamos....
 
saudades do frio na barriga,
dos desencontros,
dos meus medos,
de seu abraço,
carinho,
calor.
 
Que voltem as noites frias,
quero reviver o que me deixa feliz.
 
Elas.
 
 
 
 
 


Nenhum comentário: