domingo, 20 de janeiro de 2013

O “quase” é uma coisa que machuca muito. Um quase amor, uma quase amizade, um quase sorriso, uma quase história. Uma série de coisas que “quase” deram certo, mas que somente deixaram uma lembrança fragmentada na memória.”

Nenhum comentário: