sábado, 17 de novembro de 2012

Bate Papo




Acabei de sair de uma dessas salas babacas!
Não sei como mulheres têm paciência de estar recomeçando toda hora e a todo o momento uma conversa que não dá em nada!

Uma tremenda PERDA DE TEMPO!
Já ouvi falar muitoo de pessoas que se conheceram na Internet e estão juntos mó tempo! será mesmo? custo a acreditar.

Falam muito de sexo, eu não sei contornar tal coisa, saio logo, não tenho paciência nenhuma, será mesmo que conversam por dias, trocam telefones e marcam para sair e se conhecerem? isso realmente existe?



Sou dos anos 70, 80 quando existiam as paqueras de escola, de rua, mais gostaria de entrar nessa moda, será que me adaptaria?
será mesmo? 




Era uma noite de maio de 2005. O local era uma sala de bate-papo da internet. Duas pessoas que estavam sozinhas decidiram entrar na conversa para tentar conhecer alguém. Em um daqueles golpes do destino, Mario Fhkowiak, 44 anos, conheceu Eronita de Fátima Pires, 46.
Casal que se conheceu pela internet foi morar junto no Dia dos Namorados de 2005 Piero Ragazzi/Agencia RBS

Até aí, a história parece como muitas outras do mundo virtual, mas o inusitado na vida desse casal é que eles ficaram um mês sem se falar após a primeira conversa, que foi bem rápida, e quando se conheceram pessoalmente resolveram casar e morar juntos em três dias.


Depois do primeiro contato, Mario adicionou Eroni em uma ferramenta de bate-papo, mas ela, que é técnica em enfermagem e se revezava em longos plantões, ficou um mês sem usar a internet. Quando eles retomaram o contato, Mario contou que tinha planos de visitar Chapecó – na época ele morava em Rio Negrinho e ela, em Caçador.

Apostando na nova amizade, Eroni pediu para Mario visitá-la. Ele topou e aproveitou para conhecer os filhos dela, que tinham 18 e dez anos, na época. A partir desse encontro, tudo correu muito rápido para esses dois, que eram divorciados e tinham medo de amar novamente.

— Eu fiquei com medo antes de chegar, quase desisti no meio do caminho. Fiquei com receio de me machucar de novo —, lembra Mario. 


Mas a técnica em enfermagem lidou bem com a situação. No primeiro dia, eles saíram para jantar em família, com os filhos dela. Mario dormiu em um hotel e no dia seguinte passearam pela cidade. Ali, ela ganhou a primeira rosa, já que a data antecedia o Dia dos Namorados.


No dia 12 de junho, as irmãs de Eronita fizeram uma visita e conheceram Mario. Quando chegou a noite, os dois conseguiram ficar sozinhos pela primeira vez e antes mesmo de darem o primeiro beijo, Eronita fez a proposta de morarem juntos.


— Aquele fim de semana tinha sido tão gostoso. Ele foi tão companheiro com meus filhos, com minhas irmãs e tão respeitoso. Não via o que a gente tinha a perder —, revela.


Às 20 horas daquele dia, aconteceu o primeiro beijo e, nas primeiras horas da manhã do dia 13, os dois foram até o cartório e assinaram a união estável.


Um comentário:

Gabi disse...

Conheço dois casais que se conheceram na internet em salas de bate papo cristão. A Meire e o Haislan, que são tios do Neemias e foram até nossos padrinhos, e Elisa e Eliel, que vão casar no ano que vem. São felizes e estão juntos ha bastante tempo, todos os dois casais! Tbm achava difícil de acreditar, mas com o exemplo deles sei que pode acontecer.