segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Um ano sem vc





Então passou-se o tempo,
e eu me pergunto,
como cheguei até aqui?
Sem muita graça, é claro!
sem risadas autênticas,
sem brilho, enfim, sem vc né?

Foi isso o que sobrou de mim,
o silêncio, vazio,
estou incrédula,
não mais creio,
não me encontro,
e tenho receio...

não quero criar versos,
o que digo
é o que sinto,
pura e tão somente
saudades,
como ficar todo esse tempo
sem dar uma palavra sequer com vc?

foi tirada de nós,
nossa alegria calou-se,
o impacto foi forte,
quase inacreditável,
porquê?

Ninguém há de me responder,
era pra ser assim?
nossos dias são contados?

Minha mente me engana,
ela fala comigo como se fosse vc,
conversa, sorri...
estaria louca?
não é somente a saudade...

Me pergunto,
será que um dia a dor vai ser menor?
ha de ser! como viveria meus dias?

Amiga,
demorei tanto para reconhecer uma boa amizade,
então em sete anos perco, dói !

Preciso aceitar né?
não tenho escolha.

Um ano sem vc,
sem graça,
sem afeto,
sem admiração,
sem confidências,
sem seu carinho,
suas palavras amigas e confortantes,
Eu perdi, vc se foi...
 descansou?
Tens paz?
Descanse em paz,
vou ficar bem, ok???

Te amo amiga.

Lúciah.

Nenhum comentário: