sexta-feira, 15 de junho de 2012

Ele é assim...

dias de anjo
dias nem tanto,
outros péssimos,
um dia ama,
outro odeia
pisa, humilha,
me sinto assim...
cansada, triste,
inquieta,
cabeça gira,
e tormenta a alma.

ele mexe comigo,
ele me castiga,
e quando está de mal humor...
ninguém segura!

Existirá amor
em seu coração?

ele sabe que me acerta em cheio!
sou sensível,
sinto dores horríveis no meu peito,
minha áurea se apaga,
sinto desejo
de passar por uma combustão
algo que me fassa desaparecer,
sumir,
 e acabar de vez com o fardo que lhe imponho.



Elas.

Nenhum comentário: