terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

No Silêncio


Onde tudo é solidão
onde pousam meus pensamentos
minhas palavras
caladas, vazias, confusas...

No Silêncio
Onde encontro você
onde mergulho sem ver
onde preciso estar
onde me sinto bem...

No Silêncio
Que perturba meu sono
que cala qualquer voz
que te vejo partir
que me faz prosseguir

No Silêncio
Percebo meus sentimentos
me acabo em lamentos
vivo de saudades
e eternos tormentos.

Silenciosamente,
Te espero, te quero, te desejo, dia a dia
tempo a tempo,
assim simplesmente,
silenciosamente.

Lúciah Andrade.

Nenhum comentário: