quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Em segredo...

Dependendo do clima, e do dia, sinto a necessidade de me guardar.
Meus sorrisos, meus segredos precisam ficar ocultos.
Sinto que, quando se fala, e quanto mais se explana uma vontade, um desejo, uma idéia, um encontro... acaba que, nada acontece, estaguinan-se as palavras, as pessoas e seus atos.

Hoje estou em segredo,
contida, calada...
estou pensativa e em narrativa com minha cabeça.
Tenho medos, e anseio por liberdade,
fico confusa e as vezes preciso de ajuda.

Lúciah Andrade

Nenhum comentário: