sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Amiga


A saudade é persistente
cutuca, insiste, dá um nó !
Pareço só, triste pela ausência e pela sensação de ficha que não caiu. tenho meus filhos que são minha sustentação, minha mãe que é maravilhosa, tenho amigos no trabalho com quem fico a maior parte do tempo, com quem rio, choro...
tenho irmãos que amo, e adoro estar com eles, mais sinto a falta de sua voz, de você.
Anos atrás me presenteou com uma pulseira linda, essa semana usei, me peguei observando a mesma que um dia vc escolheu, pegou, pagou e com carinho me entregou.
Chorei muitas vezes ao telefone com vc que pacientemente me confortava toda vez que falávamos no mal que afligia seu corpo, vc acreditava na cura e eu tinha medo de ficar um dia sem vc.
Foi exatamente um ano de consultas, cirurgias, perdas e danos, e por fim , seu descanso e com ele minha dor, saudade e vazio.


                                                       Lúciah.

Nenhum comentário: